Morreu ontem, o professor e pesquisador Alberto Luiz Galvão Coimbra,

Obituário - Professor Alberto Luiz Galvão Coimbra


Morreu ontem, o professor e pesquisador Alberto Luiz Galvão Coimbra, aos 94 anos. Ele foi o fundador da Coppe/UFRJ, em 1963, a primeira pós-graduação em Engenharia do Brasil. 

Coimbra defendeu um modelo de ensino baseado em horário integral, com dedicação exclusiva. Isso em uma época em que ser professor universitário no Brasil era só uma atividade extra. A pós-graduação criada por ele serviu de modelo para outros cursos de pós-graduação criados posteriormente no Brasil, mudando os rumos do sistema universitário no país. 

Coimbra fez uma viagem aos Estados Unidos em 1960 para conhecer diversas universidades americanas. Esta viagem foi decisiva para que estabelecesse um curso de pós-graduação no Brasil, em uma época em que era rara tal continuidade nos estudos. Com poucos recursos, buscava convênios para trazer professores estrangeiros, fossem americanos ou russos, em pleno regime militar. 

Por conta desta atuação em prol de uma ciência independente foi convocado pelos militares para depor. E em 1973, proibido de exercer postos de chefia. O fundador da Coppe deixou a universidade para a Finep, empresa pública financiadora de ciência e tecnologia. 

A sua reabilitação aconteceu em 1981, ainda durante o regime militar, quando recebeu o Prêmio Anísio Teixeira, do Ministério da Educação. 

Em 1995, a instituição que Coimbra construiu deu-lhe um dos maiores reconhecimentos que se pode receber em vida: passou a se chamar Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia. Manteve-se, porém, a sigla que ele escolhera 30 anos antes: Coppe. 

Aposentado, residiu durante anos em uma casa em Teresópolis, com sua esposa Marlene, com a qual permaneceu casado por 40 anos.

O velório do professor Alberto Luiz Galvão Coimbra, será realizado, nesta quinta-feira, no Memorial do Carmo, a partir das 10h. A cerimônia de cremação será às 16h.

Source: jb.com.br