O embate entre os caminhoneiros ainda mobilizados e o governo

Uso de Forças armadas contra caminhoneiros é destaque na imprensa internacional



O embate entre os caminhoneiros ainda mobilizados e o governo federal é destacado na cobertura da imprensa internacional sobre a greve que interrompeu o transporte de cargas no País nesta semana. Apesar do acordo, muitos pontos nas rodovias seguem interditados, o que levou o governo a convocar as Forças Federais para garantir o desbloqueio.

O periódico norte-americano The Washington Post ressalta a posição de Temer em autorizar o uso da força para a remoção dos manifestantes ainda concentrados nas estradas. A mesma abordagem é verificada no The New York Times: "Brasil autoriza Exército a encerrar protesto de caminhoneiros". O periódico nova-iorquino ainda destaca os prejuízos que companhias do setor de alimentos estão sofrendo em decorrência da paralisação.

Na britânica BBC, a cobertura destaca a orientação da Associação Brasileira dos Caminhoneiros (Abcam) aos caminhoneiros em liberar as pistas, após o anúncio de Temer. "Caminhoneiros devem liberar estradas após ameaça de uso do Exército", diz a publicação.

Já o espanhol El País chama atenção ao caos provocado pela paralisação, citando o desabastecimento de combustíveis, alimentos e remédios nas principais cidades brasileiras. "A greve dos caminhoneiros ameaça a estabilidade do Brasil", aponta a reportagem.

Source: jb.com.br