A trégua na disputa comercial entre Estados Unidos e China

Dólar cai com ajuda externa, de olho em corte de juro pré-copom e oferta de swap

A trégua na disputa comercial entre Estados Unidos e China nesta quarta-feira, 20, abre espaço para uma realização de ganhos recentes com o dólar, o que ajuda a sustentar novo recuo da moeda americana frente o real nesta manhã. Também pesa na precificação a continuidade do movimento de corte dos prêmios da curva de juros diante das apostas crescentes em manutenção da taxa Selic pelo Copom no fim da tarde de hoje. O recuo desses ativos pode ainda estar atestando um certo cansaço dos investidores em meio ao sucesso das bilionárias intervenções coordenadas do Tesouro Nacional e do Banco Central ...


O mercado de juros dá continuidade aos ajustes da véspera,

Taxas de juros cortam prêmios antes do Copom, com dólar fraco e alívio externo

O mercado de juros dá continuidade aos ajustes da véspera, cortando prêmios da curva de juros, em meio ao recuo do dólar diante da trégua comercial externa e das crescentes apostas em manutenção da taxa Selic pelo Copom no fim da tarde desta quarta-feira, 20. As taxas podem estar atestando ainda certo cansaço dos investidores em meio ao sucesso das bilionárias intervenções coordenadas do Tesouro Nacional e do Banco Central com ofertas de títulos e operações compromissadas. Mais cedo, após a abertura, houve apenas um ajuste pontual de alta da moeda americana, que adicionou um viés positivo às taxas curtas ...


Um dos responsáveis pelo programa econômico do pré-candidato do PSOL

Programa do PSOL vai defender alta de imposto para deter déficit

Um dos responsáveis pelo programa econômico do pré-candidato do PSOL à Presidência da República, Guilherme Boulos, o economista Marco Antonio Rocha, professor de economia da Unicamp, afirmou nesta terça-feira, 19, ao Estadão/Broadcast que o eixo principal do programa de governo do presidenciável é a geração de emprego com o enfrentamento do déficit fiscal. Rocha disse que a trajetória fiscal sustentável passa pela cobrança de mais impostos dos mais ricos. Segundo ele, o programa de governo do candidato já está elaborado, mas será submetido ao crivo do próprio partido antes de ser divulgado.Sobre moradias, uma das bandeiras de Boulos, que é ...


A recente turbulência no mercado de câmbio jogou a pá

O fracasso do governo Temer

A recente turbulência no mercado de câmbio jogou a pá de cal nas expectativas de retomada do crescimento da economia brasileira em 2018. Os indicadores de atividade econômica já vinham apresentando performance muito abaixo do esperado pelo governo e pelos analistas econômicos, no primeiro quadrimestre de 2018. A greve dos caminhoneiros teve um impacto significativo na produção, tanto de bens agrícolas como industriais, devendo puxar para baixo o PIB do segundo trimestre; que poderá apresentar variação próxima de zero com respeito ao primeiro trimestre. Nesse cenário, já bastante desalentador, a desvalorização recente da taxa de câmbio produziu uma elevação da ...


O Banco Central (BC) deve manter, nesta quarta-feira, sua taxa

Copom deve manter Selic em 6,5%

O Banco Central (BC) deve manter, nesta quarta-feira, sua taxa básica de juros, a Selic, em 6,5%, avaliando que a recente greve dos caminhoneiros e a desvalorização do real frente ao dólar não influenciaram a inflação, segundo a ampla maioria dos analistas. "A política monetária olha para as expectativas de inflação e o balanço de riscos, e não será usada para controlar taxa de câmbio", afirmou no começo do mês o presidente do BC, Ilan Goldfajn, cortando apostas a favor de uma alta da Selic, que está em seu mínimo histórico desde março.O BC interrompeu um ciclo de 12 cortes ...


Com menos pressões do mercado internacional, o Banco Central (BC)

BC interrompe venda de dólares pela primeira vez em um mês

Com menos pressões do mercado internacional, o Banco Central (BC) deixou de vender dólares no mercado futuro nesta terça-feira (19). Pela primeira vez desde 11 de maio, a autoridade monetária interrompeu os leilões de swap cambial, que têm por objetivo reduzir as pressões sobre a divisa.Nesta quarta-feira (20), o Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom) reúne-se para decidir o futuro da taxa Selic (juros básicos da economia). Em tese, uma alta nos juros ajudaria a segurar o câmbio, mas o atraso na recuperação da economia e a baixa inflação são os principais fatores levados em conta pela autoridade monetária na hora de decidir ...



O dólar fechou nesta terça-feira (19) com uma leve alta

Professor avalia que sem intervenção do BC alta do dólar seria maior

O dólar fechou nesta terça-feira (19) com uma leve alta de 0,11%, cotado a R$ 3,7443 na venda depois de oscilar com uma máxima de R$ 3,7855. A cotação estável desta terça-feira evitou uma atuação do Banco Central, que anunciou ter reservado US$ 10 bilhões em swaps cambiais extraordinários (venda futura da moeda norte-americana) para conter a alta, se necessário, somente nesta semana.César Caselani, professor da Escola de Administração de Empresa de São Paulo, da Fundação Getulio Vargas (FGV), avalia que, caso Banco Central (BC) não tivesse aplicado esse instrumento de swap cambial, “o dólar já teria disparado com mais força”.Ele reforçou a estratégia ...


A nova escalada da tensão comercial entre os Estados Unidos

Mesmo com estresse no exterior, dólar tem dia calmo e fecha em R$ 3,74

A nova escalada da tensão comercial entre os Estados Unidos e a China sinalizava um dia de tensão para o dólar no mercado doméstico nesta terça-feira, 19, mas o câmbio contrariou as expectativas iniciais e teve um pregão relativamente tranquilo. O dólar terminou a terça-feira aos R$ 3,7469, em alta de 0,16%. Foi a primeira sessão sem leilões extraordinários de swap pelo Banco Central desde o último dia 5. Especialistas em câmbio ressaltam que os investidores aguardam a decisão do Comitê de Política Monetária (Copom), que encerra sua reunião nesta quarta-feira, 20, e fizeram hoje uma pausa para avaliar a ...


O Congresso Nacional deve votar ainda hoje o Projeto de

Ex-Petrobras analisa regime de cessão onerosa

O Congresso Nacional deve votar ainda hoje o Projeto de Lei (PL 8939/17) que permite à Petrobras repassar a exploração de áreas do pré-sal concedidas sob o regime de Cessão Onerosa a petroleiras privadas por convite, ou seja, sem licitação, o que hoje é proibido por lei. No regime de cessão onerosa, a União só recebe royalties de 10% sob a produção. A taxação é muito inferior a do regime de partilha, onde se paga 15% de royalties e mais parte indefinida do óleo lucro.De autoria do deputado José Carlos Aleluia (DEM-BA), o texto permite a transferência da titularidade de ...


Os juros futuros fecharam a sessão desta terça-feira, 19, em

Juros recuam com ajuste nas apostas para a Selic e atuações do Tesouro e BC

Os juros futuros fecharam a sessão desta terça-feira, 19, em queda firme, tanto na ponta curta quanto na parte longa, descolando do clima negativo no exterior. Os negócios seguiram pautados pela reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), que anuncia na quarta-feira, 20, sua decisão sobre a Selic, e por fatores técnicos, em função das atuações do Tesouro Nacional com leilões de títulos e do Banco Central na operação compromissada.A taxa do contrato de Depósito Interfinanceiro (DI) para julho de 2018, o próximo a vencer e que reflete as apostas para a decisão do Copom, fechou a 6,442%, de 6,468% ...


A moeda argentina abriu estável e a bolsa de Buenos

Moeda e bolsa abrem estáveis em dia de grande vencimento na Argentina

A moeda argentina abriu estável e a bolsa de Buenos Aires em recuperação após uma segunda-feira difícil, em uma sessão-chave nesta terça pelo vencimento de letras do Banco Central.Na abertura, o peso chegou a se valorizar 16 centavos, mas duas horas mais tarde o peso estava cotado a 28,43 por dólar (-0,11%) em média nas casas de câmbio, três centavos a mais que no fechamento de segunda-feira. O índice Merval da Bolsa de Buenos Aires subiu 4,22%, a 28.836,27 unidades, após despencar 8,33% na segunda-feira, afetado pela abrupta queda das ações de bancos e empresas do setor energético. Com Luis ...



Elizabeth está indignada, mas como boa venezuelana, leva a coisa

Venezuela, um país de milionários pobres

Elizabeth está indignada, mas como boa venezuelana, leva a coisa no humor. "Somos um país de milionários!", diz sarcasticamente, apontando chocada para uma placa de preço no mercado: "Caixa de ovos = 3.000.000"."Você é milionário, porque gasta esses valores, mas só tem 36 ovos. O salário mínimo é 2.600.000. Com o seu trabalho de um mês, não pode comprar isso", afirmou a contadora aposentada de 64 anos, outrora chavista fervorosa.Essa é a grande ironia: a Venezuela petroleira é um país de milionários, mas arruinado. Elizabeth Torres não é a única a criticar isso. Entre bancas de verduras, carne e sapatos ...


Depois de observar repercussão negativa, deputados pediram para retirar assinaturas

Após reação negativa, deputados retiram apoio à criação de CPI contra Lava Jato

Depois de observar repercussão negativa, deputados pediram para retirar assinaturas de apoio à criação de uma Comissão de Inquérito Parlamentar (CPI) para investigar a Operação Lava Jato na Câmara dos Deputados.A iniciativa de pedir a instalação da CPI teve o apoio de líderes de diversos partidos, como MDB, PT, PP, PR, PDT, PCdoB e PSOL. Mais de 180 deputados assinaram o requerimento a favor da criação da comissão.Até a publicação desta matéria, pelo menos três parlamentares haviam pedido para retirar seu nome do requerimento: Rogério Rosso (PSD-DF), Darcísio Perondi (MDB-RS) e Evair de Melo (PP-ES). Todos alegaram ter entendido errado ...


O Comitê de Acompanhamento Macroeconômico da Associação Brasileira das Entidades

Anbima reduz projeção de PIB de 2018 de 2,4% para 1,6%

O Comitê de Acompanhamento Macroeconômico da Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima) reduziu pela segunda reunião consecutiva sua estimativa para o Produto Interno Bruto (PIB) de 2018, agora de 2,4% para 1,6%. No encontro anterior, em maio, a projeção já havia caído, de 3,0%. Para o câmbio, a previsão para o fim deste ano foi elevada de R$ 3,50 na reunião de maio para R$ 3,63, o que, segundo a Anbima, corresponderia a desvalorização de 9,58% do real em 2018. O grupo também alterou as previsões para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo ...


Na virada do ano, o empresário Fernando Antonio Gomes Martins,

Greve de maio tirou fôlego da indústria

Na virada do ano, o empresário Fernando Antonio Gomes Martins, dono de uma fábrica de parafusos, esperava investir R$ 6 milhões no negócio em 2018. Ele já imaginava as dificuldades de um ano eleitoral, mas não previa tanta indefinição. "A greve dos caminhoneiros foi só a gota d`água, uma gotinha no maremoto que pode vir por aí", diz. Com a realidade se mostrando bem diferente do que as previsões, ele decidiu cortar R$ 2 milhões e antecipar as férias coletivas dos funcionários para adequar a produção à demanda menor. A Continental Parafusos é uma indústria de médio porte que fornece ...


Os juros futuros operam em alta nesta terça-feira, 19, em

Taxas futuras de juros sobem com dólar e ajustes à aposta de manutenção da Selic

Os juros futuros operam em alta nesta terça-feira, 19, em meio às apostas majoritárias em manutenção da taxa Selic pelo Copom, na quarta-feira, 20, e diante do avanço do dólar com a aversão ao risco trazida pelo discurso de guerra comercial entre Estados Unidos e China. Internamente, mais cedo, os índices de inflação local seguiram em alta. As segundas prévias de junho do IPC-Fipe (+0,84% ante 0,57% na primeira prévia), e do IGP-M (+1,75% ante 1,20% na segunda prévia de maio) ajudam a apoiar as expectativas pela decisão de juro do Copom, em reunião que começa hoje (10h) e termina ...



O Banco Central inicia nesta terça-feira, 19, sua reunião de

Copom se reúne nesta terça, 19, sob pressão do câmbio

O Banco Central inicia nesta terça-feira, 19, sua reunião de política monetária de dois dias em meio ao dilema de aumentar ou não os juros após a disparada do dólar. Pelas comunicações mais recentes da instituição, a tendência é de que a Selic (a taxa básica de juros) permaneça em 6,5% ao ano, mas o BC já deixou claro que sua decisão será tomada só na reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), que termina na quarta-feira, 20, à noite.O Projeções Broadcast consultou 49 instituições financeiras e todas esperam que o Copom - formado pelo presidente do BC, Ilan Goldfajn, ...


O dólar teve novo dia de alta, influenciado pelo nervosismo

Dólar sobe 0,25% e vai a R$ 3,74 com incerteza externa e doméstica

O dólar teve novo dia de alta, influenciado pelo nervosismo no cenário externo com a escalada da tensão comercial entre Washington e Pequim e incertezas domésticas. A moeda norte-americana terminou o dia em R$ 3,7408 (+0,25%), mesmo com o Banco Central injetando mais US$ 1 bilhão no mercado por meio de novos contratos de swap. Para esta semana, a autoridade monetária prometeu colocar US$ 10 bilhões no câmbio. As expectativas do mercado estão voltadas para a reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), que começa nesta terça-feira, 19, e tem a maioria dos economistas prevendo manutenção dos juros.O dólar operou ...


Os juros futuros fecharam a sessão desta segunda-feira, 18, em

Aposta na manutenção da Selic avança e juros futuros fecham em queda

Os juros futuros fecharam a sessão desta segunda-feira, 18, em queda nos contratos de curto e médio prazos, enquanto os vencimentos longos terminaram com taxas perto da estabilidade. A proximidade da reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), que decide sobre a Selic na quarta-feira, 20, foi apontada como o principal vetor para o recuo das taxas. As apostas em alta de 0,25 ponto porcentual no juro básico, hoje em 6,50%, que eram majoritárias até o período da manhã, perderam força ao longo da tarde e no fechamento da sessão regular a curva mostrava um mercado já dividido entre elevação ...


A Bolsa de Buenos Aires despencou 6,55% na abertura do

Bolsa argentina despenca, mas queda do peso é controlada

A Bolsa de Buenos Aires despencou 6,55% na abertura do mercado nesta segunda-feira, um derretimento provocado pelas fortes quedas das ações de empresas de energia e dos bancos, no contexto da crise cambial que forçou o país a pedir auxílio ao FMI, embora a moeda tenha controlado sua queda. O índice Merval da Bolsa de Buenos Aires caiu a 28.253 unidades, "pressionado pelas ações da companhias energéticas, que se desvalorizaram até 12% após a saída de Juan José Aranguren do Ministério de Energia", informou o portal especializado ámbito.com.A taxa de câmbio está em 28,27 pesos por dólar, uma valorização de ...


Os juros futuros oscilam na manhã desta segunda-feira, 18, com

Taxas futuras oscilam com dólar e Copom no radar

Os juros futuros oscilam na manhã desta segunda-feira, 18, com queda nas taxas curtas e viés de alta nas longas, em meio à alta do dólar ante o real e expectativas pela decisão de juros do Copom, na quarta-feira (20). Segundo um operador de renda fixa, a curva está precificando hoje 76% de chance de alta de 0,25 ponto porcentual da Selic e 24% de chances de manutenção em 6,50% ao ano. Vale observar que os fundamentos macroeconômicos ainda justificam, na avaliação dos economistas, a manutenção da taxa básica em 6,50% ao ano."Em semana de Copom, deve prevalecer a cautela ...


À espera da decisão do Comitê de Política Monetária (Copom)

Selic no fim de 2018 permanece em 6,50% ao ano, aponta Focus

À espera da decisão do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central, na próxima quarta-feira, 20, os economistas do mercado financeiro mantiveram suas projeções para a Selic (a taxa básica de juros) para o fim de 2018 e de 2019. O Relatório de Mercado Focus trouxe nesta segunda-feira, 18, que a mediana das previsões para a Selic este ano seguiu em 6,50% ao ano. Há um mês, estava em 6,25%. Já a projeção para a Selic em 2019 permaneceu em 8,00% ao ano, igual ao verificado há quatro semanas. Em entrevistas recentes, o presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, ...


Os economistas do mercado financeiro elevaram a previsão para a

IPCA para 2018 projetado pelo Focus sobe de 3,82% para 3,88%

Os economistas do mercado financeiro elevaram a previsão para a inflação de 2018 e 2019. O Relatório de Mercado Focus divulgado na manhã desta segunda-feira, 18, pelo Banco Central (BC), mostra que a mediana para o IPCA este ano foi de 3,82% para 3,88%. Há um mês, estava em 3,50%. Já a projeção para o índice em 2019 passou de 4,07% para 4,10%. Quatro semanas atrás, estava em 4,01%.A projeção dos economistas para a inflação em 2018 está dentro da meta deste ano, cujo centro é de 4,5%, com margem de tolerância de 1,5 ponto porcentual (índice de 3,0% a ...


O relatório de mercado Focus divulgado na manhã desta segunda-feira,

Câmbio para fim de 2018 sobe de R$ 3,50 para R$ 3,63, prevê Focus

O relatório de mercado Focus divulgado na manhã desta segunda-feira, 18, pelo Banco Central, mostrou mudanças no cenário para a moeda norte-americana em 2018 e 2019. A mediana das expectativas para o câmbio no fim deste ano foi de R$ 3,50 para R$ 3,63, ante os R$ 3,43 verificados há um mês. Já o câmbio médio no ano passou de R$ 3,53 para R$ 3,57, ante R$ 3,45 de um mês atrás. Para 2019, a projeção para o câmbio no fim do ano foi de R$ 3,50 para R$ 3,60, ante R$ 3,45 de quatro pesquisas atrás. Já a expectativa ...


Pelo segundo dia seguido, o dólar à vista fechou em

Com crise doméstica, dólar fecha a R$ 3,6636; alta é moderada por leilão

Pelo segundo dia seguido, o dólar à vista fechou em alta perante o real nesta sexta-feira, 25, em meio à crise doméstica, provocada pela paralisação dos caminhoneiros, e em linha ao comportamento da divisa e outros ativos no exterior. Na tarde desta sexta-feira, o dólar ficou ainda mais forte ante moedas desenvolvidas e algumas das principais pares da divisa brasileira e a desvalorização dos contratos futuros do petróleo ficou mais intensa.Com a proximidade do fim de semana, a postura do investidor tornou-se, acima de tudo, cautelosa, segundo os agentes do mercado. A inabilidade do presidente Michel Temer em criar uma ...


Diante da greve de caminhoneiros e da crise de abastecimento

Ciro critica Temer e defende que Parente seja demitido

Diante da greve de caminhoneiros e da crise de abastecimento no País, o pré-candidato à Presidência da República, Ciro Gomes (PDT), atacou o presidente Michel Temer e o presidente da Petrobras, Pedro Parente, responsabilizando a política de preços da estatal pela situação que levou ao bloqueio de rodovias no Brasil. Ele defendeu a demissão de Parente da empresa e uma mudança nas regras atuais que reajustam o preço dos combustíveis com base no câmbio e nos preços internacionais."Política de preços no Brasil é uma fraude. A política do Pedro Parente e do Michel Temer é uma fraude que basicamente fez ...


Os juros futuros perderam força pontualmente na manhã desta sexta-feira,

Juros: taxas oscilam perto da estabilidade, após alta e queda com dólar volátil

Os juros futuros perderam força pontualmente na manhã desta sexta-feira, 25, na esteira do dólar ante o real, mas voltam a oscilar perto da estabilidade, após terem iniciado a sessão em alta. O mercado passa por ajustes após as taxas terem subido fortemente na quinta-feira, 24, com inclinação significativa da curva diante dos temores de longo prazo com o quadro de deterioração fiscal e as eleições no País. A crise dos combustíveis que atinge a Petrobras segue no radar. A greve de caminhoneiros expõe a fragilidade do governo Temer e, apesar do anunciou da noite desta quarta de um acordo ...


O que não faz um presidente inepto do Banco Central?

Trapalhadas do Banco Central

O que não faz um presidente inepto do Banco Central? Ilan Goldfajn conta com mais de US$ 380 bilhões de reservas internacionais em caixa (herdadas do período Lula/Dilma). A posição de balanço de pagamentos do país é sólida. Antes do início da turbulência no mercado, o estoque de swaps cambiais era de apenas US$ 24 bilhões. Mesmo assim, com todos esses trunfos na mão, o sujeito conseguiu se atrapalhar. No primeiro teste, meteu os pés pelas mãos. Primeira trapalhada: diante de uma onda especulativa no mercado cambial, alimentada pela alta dos juros nos EUA, o BC permaneceu inerte. Demorou várias semanas ...


Após lançar oficialmente minha pré-candidatura à Presidência da República,
iniciei uma

Precisamos falar sobre desemprego

Após lançar oficialmente minha pré-candidatura à Presidência da República, iniciei uma série de viagens pelo país, de norte a sul e de leste a oeste. Nessa caminhada, tenho me deparado não apenas com as belezas naturais do Brasil, que há séculos encantam a humanidade, mas também com o extraordinário potencial econômico do nosso povo. Potencialidade essa que assusta, porque convive lado a lado com uma miséria imensa. O contraste é gritante e inexplicável. Atualmente, 52 milhões de brasileiros vivem abaixo da linha da pobreza, e 15 milhões sobrevivem com apenas R$ 136 por mês. As estatísticas oficiais falam, ainda, em cerca de 14 milhões de desempregados em todo o Brasil. Esse índice, contudo, certamente ultrapassa os 40 milhões, se ...


A agência de classificação Standard and Poor`s (S&P) rebaixou nesta

S&P rebaixa a nota da Bolívia, mas melhora a perspectiva do país

A agência de classificação Standard and Poor`s (S&P) rebaixou nesta quinta-feira a nota da Bolívia ao observar debilidades no perfil de suas contas externas."A posição externa da Bolívia se debilitou por déficits contínuos de conta corrente", disse S&P em um comunicado.A nota da dívida, tanto na moeda nacional quanto estrangeira, caiu de "BB" a "BB-", mas a agência melhorou de negativa para estável a perspectiva devido à espera de que o PIB cresça 4,3% nos próximos 12 a 24 meses.Esse crescimento será apoiado por um investimento público e consumo contínuos, graças a melhoria dos preços dos hidrocarbonetos, disse a S&P. ...


Após três dias seguidos de queda, o dólar encerrou em

Dólar interrompe sequência de três quedas e sobe com estresse doméstico

Após três dias seguidos de queda, o dólar encerrou em alta ante o real nesta quinta-feira, 24, de desdobramentos da paralisação dos caminhoneiros, desvalorização do petróleo nos mercados futuros e estresse no exterior com o impasse entre EUA e Coreia do Norte. A moeda encerrou cotada a R$ 3,6402 em alta de 0,45% no segmento à vista. O giro financeiro foi de, aproximadamente, US$ 759 milhões. Às 17h18, o contrato para junho do dólar estava em alta de 0,36% aos R$ 3,6425. A divisa dos EUA perdia valor em relação a moedas consideradas de segurança (-0,35% ante o franco suíço ...


O chefe do Departamento de Estatísticas do Banco Central, Fernando

Fluxo cambial total em maio até dia 22 está positivo em US$ 469 milhões, diz BC

O chefe do Departamento de Estatísticas do Banco Central, Fernando Rocha, informou nesta quinta-feira, 24, que o fluxo cambial total no País está positivo em US$ 469 milhões em maio até o dia 22. A cifra é resultado de um fluxo comercial positivo de US$ 3,906 bilhões e de um fluxo financeiro negativo de US$ 3,437 bilhões no mesmo período.Na conta comercial, ocorreram em maio até o dia 22 importações de US$ 8,874 bilhões e exportações de US$ 12,780 bilhões. Dentro das exportações foram US$ 2,076 bilhões de Adiantamento de Contrato de Câmbio (ACC), US$ 3,006 bilhões em Pagamento Antecipado ...


Com a recente alta do dólar, os gastos de brasileiros

BC: gastos de brasileiros no exterior devem crescer em ritmo menor

Com a recente alta do dólar, os gastos de brasileiros em viagem ao exterior não devem cair, mas o ritmo de crescimento deve ficar menor, segundo o chefe do Departamento de Estatísticas do Banco Central (BC), Fernando Rocha.“Uma desvalorização do real torna as despesas no exterior mais caras. Isso é um desestímulo para viagem no exterior”, disse. De acordo com Rocha, o efeito da alta do dólar este mês ainda não é sentido totalmente. Isso porque os consumidores já tinham planejado a viagem, com compra de pacotes ou passagens aéreas, por exemplo.“O efeito vai sendo sentido ao longo do mês”, ...


A pré-candidata da Rede à Presidência, Marina Silva, disse que

Marina critica governo sobre greve dos caminhoneiros: 'é preciso se antecipar'

A pré-candidata da Rede à Presidência, Marina Silva, disse que o governo deveria ter se antecipado para evitar que a greve dos caminhoneiros tomasse as proporções que atinge hoje, afetando o transporte de produtos, a distribuição de alimentos e combustíveis."As autoridades econômicas têm as informações bem antes que nós, conseguem ver as tendências de mercado", disse Marina durante sabatina realizada pela Folha de S.Paulo, UOL e SBT. "O governo precisa se antecipar aos problemas". Marina ponderou que nem todos os valores que impactam no preço final dos combustíveis sofrem de fato variação do dólar. "Ninguém aumenta tarifa de luz todo ...


A montadora brasileira TAC Motors, com fábrica em Sobral (CE),

Um 'brinquedo de luxo' de R$115 mil

A montadora brasileira TAC Motors, com fábrica em Sobral (CE), lançou na quarta-feira, 23, a versão renovada do Stark. O jipe é o único modelo da empresa, criada em 2006 para atuar no nicho de veículos com tração nas quatro rodas (4x4) e uso fora de estrada ou off road.Com poucas mudanças, a versão atualizada do Stark, lançado em 2009, chega num momento em que a empresa promove uma reestruturação acionária. Ela foi fundada por um grupo de fabricantes nacionais de autopeças que atua com conceito produtivo de "alfaiataria" (sob encomenda e com opcionais definidos pelo cliente)."Hoje temos 105 acionistas ...


O presidente da Petrobras, Pedro Parente, reuniu a imprensa nesta

Parente: Petrobras não considera hipótese de rever política de preços

O presidente da Petrobras, Pedro Parente, reuniu a imprensa nesta noite de quarta-feira, 23, para anunciar a decisão da diretoria e do conselho de administração de congelar o preço do óleo diesel por 15 dias e ainda conceder um desconto na refinaria de 10%, de R$ 0,23 por litro, em média, que, na bomba, poderá chegar a R$ 0,25 com a redução da base de cálculo dos impostos. Parente foi enfático, porém, ao reafirmar a decisão da empresa de manter a política atual de acompanhar o mercado internacional, com revisões diárias, após esse período. "Não consideramos a hipótese de rever ...


Os juros futuros fecharam a sessão regular desta quarta-feira, 23,

Ambiente externo traz alívio à tarde e juros fecham entre estabilidade e queda

Os juros futuros fecharam a sessão regular desta quarta-feira, 23, em baixa nos contratos de médio prazo, enquanto os longos e os curtos terminaram perto da estabilidade. Após uma manhã marcada pela volatilidade, as taxas longas e intermediárias tiveram alívio à tarde com a melhora no segmento de câmbio e a divulgação da ata da reunião do Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês) do Federal Reserve, que provocou forte recuo no rendimento dos Treasuries.As taxas curtas encerraram perto dos ajustes anteriores, na medida em que a ponta longa teve uma desinclinação. Pela manhã, as taxas daquele ...


Representantes de transportadoras de cargas e do comércio de combustíveis

Audiência pública debate reflexo da política de preços de combustíveis

Representantes de transportadoras de cargas e do comércio de combustíveis reclamaram nesta quarta-feira (23), durante audiência pública na Comissão de Minas e Energia da Câmara dos Deputados, da política de preço de combustíveis adotada no país. Segundo eles, os aumentos frequentes "beneficiam  apenas a Petrobras". O setor de transporte de cargas afirmou que os reajustes constantes inviabilizam o planejamento para a contratação de fretes. Já o representante dos postos defendeu a livre compra de combustíveis nas distribuidoras e afirmou que não há espaço nas margens de lucro para  reduzir o preço nas bombas. Presente na audiência, a Petrobras argumentou que as variações de preço são pequenas, ...


O fluxo cambial do ano até o dia 18 de

Entrada de dólares supera saída em US$ 17,377 bi no ano até 18 de maio, diz BC

O fluxo cambial do ano até o dia 18 de maio ficou positivo em US$ 17,377 bilhões, informou nesta quarta-feira, 23, o Banco Central. Em igual período do ano passado, o resultado era positivo em US$ 10,398 bilhões.A saída pelo canal financeiro neste ano até 18 de maio foi de US$ 6,839 bilhões. O resultado é fruto de aportes no valor de US$ 199,220 bilhões e de envios no total de US$ 206,059 bilhões. O segmento reúne os investimentos estrangeiros diretos e em carteira, remessas de lucro e pagamento de juros, entre outras operações.No comércio exterior, o saldo anual acumulado ...


Quatro em cada cinco empresas (81%) planejam investir neste ano.

Pesquisa da CNI aponta que 81% das empresas planejam investir em 2018

Quatro em cada cinco empresas (81%) planejam investir neste ano. O dado consta da pesquisa Investimentos na Indústria, divulgada nesta quarta-feira, 23, pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). A intenção de investimento em 2018 é 14 pontos porcentuais superior a do ano passado e é a maior desde 2014. Os principais objetivos do investimento previsto para este ano, segundo a pesquisa, são a melhoria do processo produtivo (29%), o aumento da capacidade da linha atual (27%) e a introdução de novos produtos (19%). Segundo a CNI, com a previsão de maior demanda, a ampliação da capacidade instalada volta a ser ...


Dia 23 de maio de 1993. Tarde ensolarada em Montecarlo.

Vinte e cinco anos após recorde histórico, Ayrton Senna ainda é o 'Mister Mônaco'

Dia 23 de maio de 1993. Tarde ensolarada em Montecarlo. Ayrton Senna, acostumado a largar da pole, desta vez partiu da terceira posição do grid com a sua McLaren, atrás do francês Alain Prost, da Williams, e do então novato alemão Michael Schumacher, da Benetton. Isso não impediu, porém, que o lendário piloto brasileiro buscasse a sua sexta vitória do GP de Mônaco, onde o tricampeão do mundo de Fórmula 1, morto de forma trágica na pista de San Marino em 1994, ainda é o maior vencedor da história desta que é uma das mais importantes provas do calendário do ...


Os juros futuros de médio e longo prazos seguem o

Taxas média e longa de juros sobem com dólar em meio a IPCA-15 fraco e protestos

Os juros futuros de médio e longo prazos seguem o dólar e sobem na manhã desta quarta-feira, 23, deixando o IPCA-15 de maio em segundo plano diante do mau humor dos mercados internacionais, segundo um operador de renda fixa.O IPCA-15 de maio desacelerou para alta de 0,14%, ante +0,21% em abril, que é a menor variação para meses de maio desde 2000, quando o índice havia registrado alta de 0,09%. Também ficou abaixo do piso das estimativas dos analistas do mercado financeiro consultados pelo Projeções Broadcast. Pela pesquisa, as previsões iam de alta de 0,20% a 0,47%, com mediana de ...


O dólar forte no exterior direciona a precificação dos negócios

Aversão ao risco no exterior puxa alta do dólar

O dólar forte no exterior direciona a precificação dos negócios no câmbio local na manhã desta quarta-feira, 23, dissipando o efeito de baixa ante o real visto nas últimas duas sessões decorrente da injeção de liquidez de US$ 750 milhões em contratos de swap cambial no mercado futuro. O BC voltou a fazer nova oferta extra nesse montante em leilão marcado para as 9h30, além do leilão de rolagem do vencimento de swap de 1º de junho, com oferta de 4.225 contratos (US$ 211,2 milhões) às 11h30. O diretor da corretora Mirae, Pablo Spyer, destacou a dinâmica ruim dos mercados ...


Em resposta a ofício enviado pela Comissão de Valores Mobiliários

Política de preços de combustíveis permanece inalterada, diz Petrobras

Em resposta a ofício enviado pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a Petrobras afirma que a sua política de preços para a gasolina e o diesel continua inalterada. O ofício foi motivado por notícias em diversos veículos de comunicação sobre a redução dos preços anunciada nesta terça-feira, 22.A partir desta quarta-feira, 23, o preço médio do litro da gasolina A sem tributo nas refinarias será de R$ 2,0433, com queda de 2,08% em relação à média atual de R$ 2,0867. Essa é a primeira queda após cinco dias consecutivos de alta. No mês de maio, o combustível acumula alta de ...


O ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, confirmou neste noite de

Guardia: governo eliminará Cide sobre diesel e Congresso aprovará reoneração

O ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, confirmou neste noite de terça-feira, 22, que o governo fechou um acordo hoje com os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), para eliminar a Cide incidente sobre o diesel. Em contrapartida, o Congresso deverá aprovar a reoneração da folha de pagamento."Uma vez que a reoneração for aprovada no Congresso, iremos editar um decreto para eliminar a Cide do diesel, que se trata de um imposto regulatório", disse Guardia, em declaração no Palácio do Planalto, onde não respondeu às perguntas da imprensa.Além da reoneração da folha neste ano para ...


A liquidação extrajudicial da Gradual Corretora de Câmbio, Títulos e

Liquidada, Gradual fez operações irregulares e tinha patrimônio negativo

A liquidação extrajudicial da Gradual Corretora de Câmbio, Títulos e Valores Mobiliários, decretada na manhã desta terça-feira, 22, pelo Banco Central, ocorreu em função de operações irregulares na área de câmbio, apurou o Broadcast, serviço de notícias em tempo real do Grupo Estado. A instituição também estava com patrimônio negativo próximo de R$ 1,6 milhão. Com sede em São Paulo, a Gradual vendeu US$ 20 milhões, em um período de um ano, sem observar as regras de identificação de clientes. Também havia irregularidades quanto às regras contra a lavagem de dinheiro. A Gradual deixou de comunicar ao Conselho de Controle ...


Os juros futuros fecharam a sessão regular desta terça-feira, 22,

Ata fica em segundo plano e juros fecham em baixa, alinhados ao dólar

Os juros futuros fecharam a sessão regular desta terça-feira, 22, em baixa, refletindo, mais uma vez, o desempenho positivo do câmbio doméstico. Boa parte dos principais contratos de Depósito Interfinanceiro (DI) bateu mínimas na última hora da sessão, em linha justamente com a aceleração do recuo do dólar, que também atingia os menores patamares do dia, na casa dos R$ 3,63. Nas mesas de operação, a ata do Comitê de Política Monetária (Copom) ficou em segundo plano, por ser considerada "sem novidades".A taxa do contrato de Depósito Interfinanceiro (DI) para janeiro de 2019 fechou em 6,585%, de 6,637% no ajuste ...


A terça-feira, 22, foi de recuperação do Índice Bovespa, que

Ibovespa tem sessão de recuperação e sobe 1,13%

A terça-feira, 22, foi de recuperação do Índice Bovespa, que fechou em alta de 1,13%, aos 82.738,88 pontos, após ter acumulado perdas de 5,5% nos três pregões anteriores. A alta firme se sustentou mesmo com o desempenho negativo das ações da Petrobras e Vale, papéis de relevante participação na carteira do índice. Na ponta positiva estiveram as ações dos bancos, que vinham sendo castigadas por correções nos últimos dias. Os negócios somaram R$ 14,3 bilhões."Foi um movimento bastante técnico, de recuperação das quedas dos últimos dias, em que também se observou uma grande saída de recursos externos da bolsa. O ...


O dólar caiu pela segunda sessão consecutiva e fechou nesta

Dólar tem segundo dia de queda, com cenário externo a favor e BC atuante

O dólar caiu pela segunda sessão consecutiva e fechou nesta terça-feira, 22, valendo R$ 3,6441 (-1,09%). Assim como ontem, a moeda operou em baixa durante todo o pregão - oscilou da mínima de R$ 3,6296 (-1,48%) à máxima de R$ 3,6670 (-0,46%). O giro ficou em US$ 797 milhões. O dólar para junho, perto das 17h20, caía 0,91%, a R$ 3,6470, e movimentava US$ 19,4 bilhões. Em duas sessões que contaram com a mão mais pesada do Banco Central, com três vezes mais contratos de swap cambial ofertados, a moeda americana acumula queda de 2,5%. O cenário externo também favoreceu ...


O pré-candidato do PDT à Presidência da República, Ciro Gomes,

Ciro: Judiciário e Ministério Público querem governar 'no lugar de todo mundo'

O pré-candidato do PDT à Presidência da República, Ciro Gomes, defendeu nesta terça-feira, 22, que há uma "invasão intolerável" entre os poderes no Brasil e que é preciso "colocar um fim" nesta prática. Segundo ele, o Ministério Público e o Judiciário querem governar "no lugar de todo mundo" e é necessário "deslocar" o eixo do poder político no País para o controle dos políticos eleitos pelo povo. "Hoje o Congresso Nacional é desmoralizado, o poder federal, desmoralizado, a autoridade política, desmoralizada. Há uma invasão absolutamente intolerável, que tem de ser posto um fim, de atribuições democráticas por poderes que não ...